CIM Alto Minho promove estratégia de valorização da Economia do Mar no Fórum do Mar 2012

Alto Minho

autor

Redacção

contactar num. de artigos 18241

A Comunidade Intermunicipal do Minho-Lima (CIM Alto Minho) marcou presença, entre 10 e 12 de maio, no Fórum do Mar 2012, na Exponor, no Porto, com um stand próprio onde apresentou, juntamente com a Câmara Municipal de Viana do Castelo e o IPVC (Instituto Politécnico de Viana do Castelo), a sua estratégia de valorização da Economia do Mar.
 
A valorização da Economia do Mar enquanto setor com forte potencial de inovação, de crescimento económico e de criação de emprego, constitui um objetivo central da estratégia de desenvolvimento do Alto Minho. Esta aposta sustenta-se no reconhecimento do seu valor estratégico nas dimensões económica, ambiental, cultural, de investigação e de lazer, consubstanciado nos seguintes dois eixos: o Mar, como espaço de aventura e lazer; e o Mar, enquanto fonte de conhecimento e oportunidades económicas.
 
No primeiro Eixo Prioritário, pretende-se atrair novos fluxos de turismo náutico, através da promoção do Alto Minho, da sua frente marítima e dos principais cursos de água como “espaços de aventura, lazer e competição”, com condições ímpares para a prática de atividades de desporto, lazer e turismo náutico.
 
Merece destaque, neste âmbito, um projeto estratégico para todo o Alto Minho - o “Centro de Mar” -, que tem como polo agregador a cidade de Viana do Castelo e que pretende dinamizar a náutica de recreio e os desportos náuticos enquanto componentes decisivas para o reposicionamento e a afirmação do Alto Minho como região atlântica de qualidade.

No âmbito deste projeto âncora estão já em curso - aprovados ou em vias de aprovação em candidaturas apresentadas ao Programa Operacional Regional do Norte 2007-2013 - um conjunto significativo de projetos relacionados com a náutica desportiva e de recreio. Estes investimentos ascendem a mais de 15 milhões de euros, permitindo impulsionar o turismo náutico no Alto Minho e a internacionalização de um setor em crescimento nesta região, mas também no País e na Europa.
 
Por outro lado, no segundo Eixo Prioritário pretende-se dar prioridade ao potencial do Mar enquanto “fonte de conhecimento e oportunidades económicas” em áreas como a I&D, construção naval ou pesca.
 
Neste contexto e além da importância para este setor da ação de entidades como os Estaleiros Navais de Viana do Castelo e o Porto de Viana do Castelo, salienta-se a única estratégia de desenvolvimento sustentável das zonas de pesca aprovada para toda a Região Norte - a iniciativa “Litoral Norte” 2007-2013, ao abrigo do Eixo Prioritário IV do PROMAR (Programa Operacional da Pesca) -, a qual permitirá investir mais de 4 M€ no aproveitamento dos novos usos do mar e dos seus recursos.
 
Em resultado desta estratégia a percentagem de projetos de natureza privada que visam fins lucrativos atinge os 70 por cento das aprovações. Destaque para o reconhecimento que tem vindo a merecer a qualidade de projetos promovidos no âmbito da iniciativa “Litoral Norte”, bem patente na circunstância de 2 dos 30 projetos selecionados pela Comissão Europeia em toda a União Europeia como exemplo de boas práticas se localizarem no Alto Minho, a saber: o CertPiscis, que visa a criação de uma plataforma com vista à posterior certificação das espécies migratórias do rio Minho (sável e lampreia); e o Km Zero, que tem como objetivo a valorização económica o pescado local através da promoção dos restaurantes e mercados enquanto locais de consumo por excelência.
 
O momento alto da participação da Comunidade Intermunicipal no Fórum do Mar 2012 ocorreu no dia da abertura (dia 10 de maio), com a apresentação do Guia “Alto Minho - Um Mundo de Experiências Náuticas”, elaborado no âmbito do projeto europeu NEA2 “Náutica Espaço Atlântico 2”. Este Guia agrega toda a oferta de atividades náuticas na região (20 atividades náuticas desportivas e de recreio e 48 entidades prestadoras de serviços representadas) e promove os principais pontos de interesse ligados ao mar, rios e montanha do Alto Minho. No âmbito desta iniciativa, foi ainda assinado um protocolo de colaboração com os dez municípios do Alto Minho e o Município de Esposende, para divulgação das atividades náuticas praticadas neste território.
 

*** Nota do Gabinete de Comunicação e Imagem do CIM Alto Minho ***

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Farmácias de serviço

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia