Jay-Jay Johanson celebra 20 anos de ‘Whiskey’

Braga

autor

Redacção

contactar num. de artigos 34728

O músico sueco Jay-Jay Johanson volta ao Theatro Circo no dia 14 para celebrar os 20 anos do seu aclamado álbum ‘Whiskey’.
Proveniente do jazz, em 1996, o músico resolveu mostrar um novo lado da sua carreira lançando um dos trabalhos que especialistas e críticos de música consideram o mais icónico - ‘Whiskey’.
A história de ‘Whiskey’ surge em 1994 quando Jay-Jay ouviu uma ‘promo’ de ‘Dummy’ dos Portishead que lhe chegara por correio à redação da revista da revista de música POP, onde Johanson trabalhava à noite e aos fins de semana para ganhar algum dinheiro extra, como recorda comunicado da organização dos concertos.

Após de ouvir exaustivamente aquele trabalho da banda de Beth Gibbons, o compositor sueco percebeu que era possível fazer algo com que sempre sonhara: “misturar um estilo de composição típico do jazz com batidas urbanas, herdadas do hip-hop, abrandadas de modo a que conseguisse cantar, como no jazz, por cima das mesmas”.
‘It Hurts Me So’ e ‘So Tell The Girls That I Am Back In Town’ foram dois temas que tiveram a ajuda à produção de Magnus Frykberg, o então produtor de bandas como Massive Attack e Portishead que se encontrava em Estocolmo.

No dia imediatamente a seguir à conclusão da mistura da demo, Jay-Jay Johanson apresentou o produto final ao líder da BMG e assinou logo um acordo para gravar três álbuns com a editora.
Passados 20 anos, iremos novamente escutar ‘Whiskey’ como se da primeira vez se tratasse.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia