Guerreiros do Minho à conquista da Europa

Desporto

autor

Carlos Costinha Sousa

contactar num. de artigos 814

“Acima de tudo, temos que ter coragem, audácia, ser inteligente e perceber que vamos ter que, em determinados momentos do jogo, nos juntar, defender bem, mas sempre com os olhos postos na baliza do nosso adversário”. Foi assim que o treinador Abel Ferreira resumiu aquela que acredita ser a receita para a conquista de um bom resultado na Alemanha.

Pela frente está a forte equipa do Hoffenheim, “equipa de Liga dos campeões, actual segunda classificada da Bundesliga, com um treinador que conhece bem o seu clube e por isso um grande obstáculo e desafio para nós podermos superar”, referiu o técnico, considerando que a sua equipa terá que estar no “máximo das suas forças e com grande mentalidade competitiva. A meta passa, se possível, por fazer pontos aqui. Mas sabemos e reconhecemos que as dificuldades vão ser muitas. Teremos que ser inteligentes”.

Para o técnico arsenalista, cada jogo é diferente do anterior e claro que há situações que terão quer ser enfrentadas de forma também diferente. Mas nada invalida que o SC Braga entre em campo a pensar na vitória, ou pelo menos, em conquistar pontos nesta partida frente aos alemães. “Cada jogo é único e cada adversário vai criar diferentes dificuldades. Nos últimos jogos temos visto que os adversários olham para o Braga como equipa grande. Este jogo é um novo desafio, pela valia do adversário. Sabemos que certamente vai tentar dividir mais o jogo e temos que estar preparados para ter menos bola. Temos que ser corajosos e audazes. E sempre com a ideia de fazer um bom resultado aqui”, esta foi a meta apontada pelo treinador que admitiu que poderá realizar algumas alterações na equipa, reforçando mais uma vez que tem um plantel com várias soluções e todos têm que estar aptos para entrar em acção.

“Não é por ter mais um defesa que se defende melhor, ou por ter mais um avançado que se ataca melhor. O segredo passa por uma organização forte, para tapar as forças do nosso adversário, e procurar, sempre que possível, sempre que tivermos a bola, ter a coragem e forças para tentar surpreender o nosso adversário. Já levamos dez jogos e esta Liga Europa é fantástica porque valoriza toda a gente. Mas temos só dois dias para recuperar e queremos dar mostras que contamos com todos. A estrela é a equipa e o estatuto é o rendimento. Até agora fomos cumprindo com todos os objectivos que nos propusemos. Temos um objectivo muito claro nesta competição que é passar à próxima fase e temos um grande leque de jogadores e estamos a construir uma grande equipa, competitiva que a cada jogo que passar se vai tornar mais forte”, referiu o técnico mostrando confiança na equipa.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia