Abel Ferreira: “Somos o Braga e temos a obrigação de jogar para vencer”

Desporto

autor

Miguel Machado

contactar num. de artigos 476

O SC Braga recebe hoje o Portimonense, em jogo da 2.ª jornada da I Liga. À procura da primeira vitória no campeonato, depois do desaire na Luz (3-1), na ronda inicial, os Guerreiros do Minho vão partir com tudo para cima dos algarvios, a partir das 18 horas, no Estádio Municipal, prometeu ontem Abel Ferreira, na antevisão do encontro.
“Sabemos que temos a pressão do nosso lado, pela nossa grandeza, por jogarmos em casa, e por termos o objectivo de andar quatro primeiros lugares. O Portimonense tem uma boa equipa, um treinador muito experiente que conhece bem o futebol português, mas teremos de ser fortes e assumir o jogo, porque somos o Braga e temos obrigação de jogar para vencer”, vincou o treinador arsenalista.
Com um discurso forte e sem papas na lingua, Abel Ferreira mostrou também ter a lição bem estudada para bater aquela que “era de longe a melhor equipa da II Liga no ano passado” e que entrou, esta época, com o pé direito na I Liga, com um triunfo sobre o Boavista (2-1).
“Temos de ser pacientes, mas ao mesmo tempo dinâmicos, intensos, agressivos e equilibrados. O Portimonense tem jogadores de qualidade que, na sua maioria, conhece bem o nosso futebol, mas estamos identificados com o adversário. Sabemos quais são os seus pontos fortes e estamos preparados para lutar pelos três pontos, que é o nosso único objectivo”, destacou o treinador do SC Braga, determinado em conseguir aquilo que não foi feito na estreia na Luz.
Esta recepção ao Portimonense antecede a viagem à Islândia, onde os Guerreiros jogam na próxima quinta-feira, para o play-off da Liga Europa. Questionado sobre uma possível gestão da equipa, devido a esse duelo europeu, Abel garantiu “foco total” neste jogo do campeonato.
“O mais importante é o jogo de amanhã (hoje). Vou escolher aqueles que estão mais preparados para o Portimonense. Temos de perceber como está a condição de cada jogador, física e anímica. Não tem nada que ver com questões de gestão”, explicou.
Nesta conferência de imprensa, Abel foi ainda desafiado a novo ‘rescaldo’ da estreia na Luz. Treinador do SC Braga disse “não ter gostado do resultado”, mas ficou “orgulhoso” da postura dos seus jogadores, que chegaram a criar mossa no Benfica.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia