Fernando Pimenta revalidou o título europeu em K1 1.000 metros.

Desporto

autor

Joana Russo Belo

contactar num. de artigos 1238

“Sensação fantástica de dever cumprido”. Fernando Pimenta não escondeu a satisfação e felicidade após a revalidação do título europeu em K1 1.000 metros, nos Europeus de canoagem de velocidade, que estão a decorrer em Plovdiv, na Bulgária.
“Fantástico! Sem dúvida que é um grande objectivo cumprido. Não era apenas revalidar título, mas uma boa prestação, boas sensações, andar no grupo da frente”, revelou Fernando Pimenta à agência Lusa, momentos após subir ao mais alto lugar do pódio.
O canoísta de Ponte de Lima - que vai também disputar as finais de 500 e 5.000 metros - cumpriu a regata, que liderou desde o início, em 03.29,032 minutos, deixando o dinamarquês Rene Poulsen e o húngaro Balint Kopasz a 1,080 e 1,304 segundos, respectivamente, na segunda e terceira posições.
“Sabia que havia atletas a arriscar tudo na parte inicial e tinha de ser mais forte. O húngaro e o belga tentaram vir a meu lado para quebrar o ritmo, mas eu impus um ritmo bastante forte. Chegar a metade e sentir que ainda havia energia e geri-la até à parte final foi muito bom. Deu para deixar os adversários aproximarem-se e voltar a subir nos últimos metros. Sem dúvida que é um objectivo e sonho para qualquer atleta nesta especialidade”, sublinhou o limiano.
Fernando Pimenta vai agora tentar revalidar hoje o título em K1 5.000 metros. “Agora quero descansar e recuperar o melhor possível para estar no meu melhor. Após as finais, começamos a trabalhar para o Mundial. Vamos pensar primeiro em conseguir as finais e depois é que podemos sonhar com algo mais”, frisou o canoísta, assumindo a meta de um inédito título mundial, na competição a disputar na República Checa, entre 23 e 27 de Agosto.
“É o sonho de qualquer desportista, mas primeiro é preciso ter os pés bem assentes no chão. O nível da canoagem está muito alto”, referiu, justificando o desempenho com o “trabalho e a confiança no treinador, com disciplina, rigor e ambição”.

Emanuel Silva, João Ribeiro, David Fernandes e David Varela levaram o K4 500 metros português ao sexto lugar nos Europeus de Canoagem de velocidade, que decorrem em Plovdiv, na Bulgária.
Com Varela a substituir Fernando Pimenta, a selecção lusa - que conta com dois canoístas minhotos, Emanuel Silva e João Ribeiro - terminou a prova em 1.19,872 minutos, gastando mais 1,316 segundos do que a formação húngara, formada por Bence Nádas, Péter Molnar, Sándor Totka e Milán Mozgi, que revalidou o título europeu. A embarcação da Eslováquia terminou no segundo lugar, a 0,084 segundos dos vencedores, enquanto a Bielorrússia assegurou o último lugar do pódio, a 0,556 dos húngaros.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia