Braga assume de forma ´veemente´ o compromisso com a Euro-região

Braga, Cávado, Vale do Ave, Alto Minho, Nacional, Economia

autor

Redacção

contactar num. de artigos 33577

Decorreu hoje, dia 2 de Junho, a cerimónia de inauguração da Praça do Eixo Atlântico, localizada junto à estação de caminho-de-ferro. No seguimento desta actividade realizaram-se também a abertura oficial da exposição dos 25 anos do Eixo Atlântico, patente na Avenida Central, e a apresentação do Congresso do Eixo Atlântico ‘A Agenda Urbana a debate’, que terá lugar dias 8 e 9 de Junho, no Theatro Circo.

De acordo com Ricardo Rio, presidente do Eixo Atlântico, Braga assumiu de ´forma veemente´ o seu compromisso com a cooperação transfronteiriça, reformulando o seu espaço de intervenção no Eixo e assumindo a ´responsabilidade histórica´ de ser um elemento agregador do território e dos diversos agentes da euro-região.

“Temos vindo a realizar diversas iniciativas e reivindicações junto do Governo Português, do Governo Espanhol, da CCDR-N e da Junta da Galiza com vista à concretização dos nossos projectos e ambições. O Eixo Atlântico é um espaço natural de colaboração entre as Autarquias que tem contribuído de modo decisivo para o desenvolvimento do território no seu todo”, disse.
Sobre a inauguração da Praça do Eixo Atlântico, que contém uma obra de escultura da autoria de Francisco Lucena, Ricardo Rio realçou que se trata de um acto simbólico que dá corpo ao compromisso assumido com o Eixo nos últimos anos e ao qual se pretende dar sequência.

Nos próximos dias 8 e 9 de Junho, o Theatro Circo irá receber o 3º Congresso do Eixo Atlântico, subordinado ao tema da Agenda Urbana, onde será apresentada a primeira agenda urbana transfronteiriça europeia. Este afirma-se como um processo inovador de planificação estratégica para a próxima década, com um duplo e estimulante desafio: elaborar uma agenda estratégica contando com os interesses de Cidades de dimensão e posicionamento diferentes de Portugal e Espanha.

Este congresso pretende ser também um fórum onde os agentes políticos, sociais, económicos e culturais da Euro-região Galiza-Norte de Portugal conheçam em primeira mão o documento estratégico e possam contribuir com comentários e ideias que melhorem a agenda urbana.

“Esta é uma temática alinhada com as prioridades da União Europeia no que se refere à articulação entre territórios e na promoção do desenvolvimento integrado das Cidades”, afirmou Ricardo Rio, apontando como principais objectivos continuar a estreitar os laços de colaboração directa entre os Municípios; dar voz às ambições e investimentos considerados cruciais para a região e a melhorar as estruturas de cooperação nas zonas de fronteira.

*** Nota da C.M. de Braga ***

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia