Mercado Municipal de Vila Nova de Famalicão será nova Praça da cidade

Vale do Ave, Economia

autor

Redacção

contactar num. de artigos 35045

A reabilitação do Mercado Municipal de Vila Nova de Famalicão e o seu reposicionamento enquanto espaço de referência do centro urbano da cidade famalicense vai ser uma realidade entre 2018 e 2019. Com verbas aprovadas no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), assinado entre a autarquia e o Programa Operacional Norte 2020, o município tem garantido um cofinanciamento FEDER de 2 milhões de euros, de um total de investimento previsto de cerca de 2,5 milhões.

Com financiamento comunitário garantido, a Câmara Municipal tem vindo a trabalhar na elaboração do projecto de arquitectura e elaboração de cadernos de encargos, mas a aprovação na reunião de câmara do passado dia 25 de Maio do anteprojecto já permitiu perceber com que linhas se vai coser a intervenção.

O edifício principal será integralmente reabilitado, sendo mantidos os elementos caracterizadores de referência. A fachada será preservada e as lojas de rua recuperadas, enquanto que o miolo do espaço será alvo de uma profunda intervenção que vai permitir a implementação de lógicas de mudança ao nível comercial e funcional, dotando o espaço de maior conforto e de melhores condições de funcionamento.

A área interior será coberta e dividida em duas áreas operantes: a área de negócio, com a valorização do ‘Mercado’ de produtos frescos e a área de encontro, com o reposicionamento do espaço enquanto ‘Praça’, local de encontro e de socialização.
“Estamos a olhar para este equipamento como um espaço-âncora para a revitalização do centro urbano e para a modernização da actividade comercial circundante”, explica o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha.

“Queremos transformar este espaço num ponto de passagem obrigatório, não só pela qualidade e diversidade dos produtos que vão estar diariamente disponíveis, mas também pela função social que queremos incutir, com animação cultural e acções pedagógicas constantes”.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia