Associação de Psicologia é mais-valia para a cidade de Guimarães

Vale do Ave

autor

Miguel Viana

contactar num. de artigos 1844

A Associação de Psicologia (APsi) da Universidade do Minho (UMinho) inaugurou ontem as novas instalações no primeiro andar da antiga estação de caminhos-de-ferro, em Guimarães.
A associação resulta de uma parceria entre a Universidade do Minho e as câmaras municipais de Guimarães e Braga, e é encarada pelo município vimaranense como uma mais-valia para o concelho.
“Hoje a Psicologia tem uma acção enorme de aplicação, quer positiva na Psicologia Motivacional, na Psicologia das Organizações sociais, que encontra espaços de equilíbrio e de entusiasmo na qualidade de vida das nossas pessoas, e depois na depressão e de instabilidade psicológica. Esta associação contribui para encontrar soluções para as pessoas nas suas diversas dificuldades. É um contributo decisivo da Universidade do Minho para o bem-estar das populações”, disse Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães.
O autarca vimaranense lembrou ainda que o espaço foi cedido pelo município. “Este espaço aqui tem o seu contributo grande, porque é um espaço de partidas e chegadas. Também na área da Psicologia é sempre um reencontro para o recomeço de muitas vidas”, disse Domingos Bragança.
As novas instalações da APsi vão estar a funcionar em pleno a partir do próximo dia 8 de Maio, com as valências de consultas de Psicologia, uma unidade clínica para adultos e crianças, consultas de Neuropsicofisiologia (programas de recuperação neuro-psicológica), consultas da Unidade da Psicologia da Justiça e algumas acções de formação.
“Faremos tudo isto com a ideia de que a APsi vai estar envolvida em muitos mais projectos do que aqueles que se desenvolvem nestas instalações. Pretendemos que este espaço traduza uma aproximação à comunidade e esperamos que seja uma relação de mútuo benefício”, afirmou Paulo Machado, presidente da Escola de Psicologia da UMinho.
O reitor daquela universidade, António Cunha, classificou a abertura das novas instalações da APsi como “um importante projecto de interacção entre a sociedade e a universidade, numa área de grande interesse e de crescente procura pelas sociedades de hoje e pelas dinâmicas sociais”.
O responsável máximo da UMinho destacou ainda a colaboração com as câmaras municipais de Guimarães e Braga e manifestou que a delegação de Braga da APsi (que funciona dentro da universidade), “possa vir a ter instalações maiores e mais adequadas à especificidade e tipologia deste serviço”, disse António Cunha.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia