Olbo&Mehler fortalece presença em Famalicão

Vale do Ave

autor

Redacção

contactar num. de artigos 34010

A Olbo&Mehler vai intensificar o investimento em Vila Nova de Famalicão, num sinal claro da estratégia que vem perseguindo para garantir competitividade no mercado e que assenta em dois fatores: inovação e melhoria contínua.
 
O novo projeto de investimento, avaliado em 1,4 milhões de euros e que já recebeu luz verde da Câmara Municipal, consiste na aquisição de equipamentos e na construção de um pavilhão para otimização dos fluxos logísticos relacionados com os produtos acabados. E vai permitir criar cinco postos de trabalho - atualmente são 291 os efetivos.
 
A empresa está entre líderes mundiais no fabrico de têxteis técnicos para aplicação na indústria automóvel, farmacêutica, mineira e na área da segurança e defesa. Teve origem na Alemanha, na década de 1930, mas em 2014 concentrou todas as competências do grupo alemão em Landim, Vila Nova de Famalicão, onde são concebidos produtos inovadores que têm como destino único a exportação.
 
Nesse ano de 2014, o grupo alemão adquiriu a Segures Têxteis, na freguesia de Landim, onde desde então desenvolve a sua atividade. E fê-lo porque em Famalicão encontrou recursos humanos altamente qualificados e infraestruturas tecnológicas de investigação e inovação capazes de responder aos desafios constantes que lhe são colocados. O valor global desta operação, que consistiu na ampliação e modernização das instalações da antiga unidade fabril, atingiu os 10 milhões de euros.
 
As vendas anuais rondam os 60 milhões de euros, sendo um dos seus produtos bandeira um tecido construído à base de basalto resistente a altas temperaturas.
 
No âmbito desta iniciativa empresarial, a Olbo&Mehler foi contemplada com incentivos fiscais ao abrigo do Regulamento de Projetos de Investimento de Interesse Municipal - Made 2IN. A proposta de projeto e respetivo apoio financeiro ao investimento foi aprovada por unanimidade na quinta-feira passada, 13 de abril, pelo executivo municipal liderado por Paulo Cunha.

*** Nota da C.M. de Vila Nova de Famalicão ***

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia