É difícil fazer programação cultural fora de Lisboa e Porto

A administradora executiva do Theatro Circo de Braga defende que a sustentabilidade da empresa deve depender sobretudo da captação de novos públicos. Em momento de comemoração do centenário da sala de espectáculos, Cláudia Leite destaca os resultados positivos do primeiro ano do mandato da actual administração. Em entrevista ao Correio do Minho e Rádio Antena Minho, reclama atenção do poder central às estruturas culturais fora de Lisboa e Porto.

Tempo

Farmácias de serviço

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia