Alunos contornam dificuldades e abraçam ‘língua do futuro’

A aula é de revisões, mas quando se entra na sala, na Escola Básica do 2.º e 3.º ciclos de Lamaçães, percebe-se logo que é uma aula diferente, onde se juntam cerca de duas dezenas de alunos do 5.º, 6.º e 8.º anos para aprender mandarim. São quatro as escolas do 2.º e 3.º ciclos do concelho de Braga que, este ano lectivo, abraçaram o desafio de introduzir o mandarim nas suas actividades, a título extracurricular. O ensino do mandarim para alunos do 2.º e 3.º ciclos poderá alargar-se a outras escolas do concelho. A possibilidade é avançada pela vereadora da Educação e Cultura do município de Braga Lídia Brás Dias, face à boa receptividade do projecto, este ano lectivo, nas quatro escolas onde está a ser implementado.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia