“Sou Raríssimo. Que ajuda posso ter?”

Ideias

Esta é a primeira frase que aparece no site da Raríssimas. E apresenta-se: “A Raríssimas é uma instituição sem fins lucrativos, fundada em Abril de 2002, para apoiar todos os cidadãos portadores de doenças menos comuns e todos aqueles que com eles se correlacionam. Prestamos serviços diferenciados, de excelência técnica e científica, que permitem ao utente a melhoria significativa da sua qualidade de vida. Existimos porque existem cerca de 800 mil portugueses que precisam de nós e milhões de cidadãos pelo mundo fora que fazem do nosso know-how a sua bandeira”. Não quero falar de Paula Brito e Costa (que se demite ou não se demite, que continua a trabalhar, ou não, etc.) ou de Manuel Delgado (que se demitiu), ou de Vieira da Silva (se sabia ou não sabia do que se passava)... Quero é perguntar se não será mais importante tratar das milhares de pessoas portadoras de doenças raras e do perigo que podem correr por os seus tratamento, ou ajuda, poderem estar em risco. Isto é o...

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia