‘O meu São João é o de Braga’: as crianças são grandes artistas

Ideias

autor

Paulo Monteiro

contactarnum. de artigos 256

Já são conhecidos os vencedores deste ano do concurso de desenhos promovido pelo ‘Correio do Minho’ e pela Rádio Antena Minho e incluído na programação das Festas de São João de Braga.
O júri reuniu, ontem, demoradamente, nas instalações do Museu Pio XII, para escolher os 30 melhores desenhos (10 em cada uma das três categorias). A tarefa foi muito difícil já que se apresentaram a concurso desenhos de grande qualidade, demonstrando que Braga tem grandes artistas. Foram 630 os jovens que apresentaram os seus dotes, com desenhos oriundos de mais de 20 escolas do concelho e não só: o interesse veio também de cinco alunos da Casa do Povo de Serzedelo (Guimarães) e de uma aluna de Vila do Conde.

Agora a magnífica equipa de colaboradores da Associação de Festas de São João de Braga vai trabalhar para expor todos os desenhos que podem ser vistos a partir de sexta-feira, no Museu Pio XII. A inauguração está marcada para as 18.30 horas, após a cerimónia da entrega de prémios e pode ser visitada até ao dia 30 de Junho.
O interesse tem sido tão grande que já se adivinham ‘visitas de estudo’ ao Museu para ver as mais de 600 obras de arte. Sim... porque não vão ser expostos só os desenhos vencedores. Vão ser, como tem sido hábito, expostos todos os desenhos.

E assim... viva o São João de Braga e os pequenos grandes artistas que mostraram, mais uma vez, todo o seu talento.
Com desenhos de tão grande qualidade só apetece dizer... “para o ano há mais”.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ideias

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia