Vacina obrigatória: sarampo matou 130 mil em 2015

Ideias

autor

Paulo Monteiro

contactarnum. de artigos 322

Posso fumar na escola? Posso fumar no local de trabalho mesmo que este seja privado? Posso fumar no restaurante? Posso fumar no hospital? A todas estas perguntas a resposta é a mesma: não.

Então porque razão a vacina contra o sarampo não é obrigatória quando coloca em causa a saúde de outras pessoas?

Não há desculpas. Até porque muita gente nos últimos dias ficou boquiaberta. É que a grande maioria estava convencida de que a vacina era obrigatória e davam como exemplo o momento em que faziam a matrícula dos filhos e exigiam sempre o boletim de vacinas. E se estas não estavam em dia não efectuavam as matrículas.

Mas... afinal não era obrigatório. Mas devia. Tudo o que prejudique terceiros tem de ter regras. Por isso existem as leis e estas são para cumprir.
Por muitas razões que invoquem o certo mesmo é vacinar. Estamos a proteger-nos e a proteger os outros.

Se viram bem as notícias de ontem a maioria dos casos de sarampo detectados em Portugal foram porque quem contraiu a doença não tinha sido vacinada.

Há que alterar as leis e rapidamente. Há que impor regras neste capítulo da saúde. Uma pessoa não pode, por livre iniciativa, colocar em perigo milhares de outras que não têm culpa nenhuma.
E o sarampo é uma doença altamente contagiosa, geralmente benigna mas que pode desencadear complicações a até ser fatal. Por ser prevenida pela vacinação, que em Portugal é gratuita.

E mais: o sarampo causou mais de 130 mil mortes em todo o mundo, só em 2015, o que significa 367 mortes por dia.

Se fossem vacinados... tudo seria diferente!

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ideias

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia